13 Principais Tendências de Marketing Digital para 2020 (que você deve começar hoje mesmo!)


0 Flares

0 Flares


×

As tendências de marketing digital para 2020 são muitas! O “x” da questão é saber como utilizá-las a favor do seu negócio de maneira que traga oportunidades de vendas e não apenas canais atualizados e bonitas na internet.

Conhecer as principais e entendê-las a fundo pode ser o diferencial para encantar clientes e sair na frente da concorrência.

13 Principais Tendências de Marketing Digital para 2020

Pelos especialistas, as tendências que foram mais citadas foram: humanização do marketing, escrever conteúdos como um publisher, humanização do texto dos emails, marketing por voz, anúncios segmentados por estágio do funil, humanização total das redes sociais, criação de podcasts (áudios) e SEO (otimização de sites) unindo-se aos links patrocinados.

Listamos apenas 13 das principais para que você escolha algumas delas e principalmente as que estão ao seu alcance, para dar start e sair na frente da concorrência. Vamos lá?

1-Humanização do Marketing por Liliani Ferrari

Liliane Ferrari apontou a humanização do marketing não apenas como uma tendência, mas uma necessidade. Para isso, ela indica que os profissionais se atentem a 3 pilares: emoção, empatia e ética.

Uma forma de fazer isso, de acordo com Liliane, é ir contra algumas das práticas indicadas por alguns profissionais de copywriting. Ela recomenda uma abordagem de “menos escassez e promessas”, deixando o cliente comprar os produtos e serviços no tempo dele. Ou seja, sem invadir o seu espaço, e lembrando que são pessoas do outro lado.

E por que fazer isso? Liliane diz que humanizar o marketing é uma questão de acompanhar a geração atual. Para ela, os jovens são mais conscientes e atentos ao detalhes. Eles querem saber, por exemplo, quem fez suas roupas. Liliane Ferrari acredita que as empresas mais humanas vencerão.

2-Chats privados (Directs, Messenger, WhatsApp)

Os chats privados, afinal, são checados frequentemente pelos usuários e já fazem parte de sua rotina digital. Podemos dizer que é uma versão mais jovem e atual do email.

Seguindo esse pensamento, por que não investir na comunicação em aplicativos que, em essência, funcionam como chats privados?

É o caso, por exemplo do WhatsApp, cujas funcionalidades já vem sendo utilizadas para vendas há algum tempo. A tendência é que isso aumente e se expanda para outras áreas, como a nutrição de leads.

Em vez de oferecer uma newsletter, por exemplo, algumas marcas já oferecem aos seus seguidores a inclusão em grupos do WhatsApp ou em listas de transmissão.

A popularidade do aplicativo, que o levou a ser comprado pelo Facebook em 2014, contribui para a eficácia desse tipo de abordagem.

Agora imagine se, além de servir como canal de atendimento e divulgação, o chat privado possa servir como ferramenta para a conclusão de compras.

Trata-se de uma tendência provável de ser desenvolvida. Na Índia, o app já permite a transação de dinheiro entre usuários, o que facilita a vida de empresas. Enquanto o serviço não é disponibilizado no Brasil, já é uma boa ideia se programar para explorá-lo assim que possível.

3-A era da voz por Interney

Ela veio para substituir a era dos likes. Eles estão literalmente sumindo de redes sociais como Facebook e Instagram. As pesquisas por voz, por sua vez, estão cada vez mais presentes nas casas de todo o mundo, com os dispositivos por ela acionados. É preciso otimizar nosso conteúdo para responder a esse novo tipo de demanda.

“Nesse mundo baseado em voz, é preciso pensar em conteúdo como serviço. Que problema você resolve para o usuário? É preciso entender o que o usuário está buscando.”

4-Comunicação Transparente

Sem regulamentação clara sobre o assunto, diversas companhias utilizam os dados de consumidores de forma questionável. Isso veio à tona em casos recentes de vazamento, como o protagonizado pelo Facebook. O resultado natural é a desconfiança desenvolvida por grande parte do público.

Se por um lado as empresas que utilizam práticas duvidosas encontram maior dificuldade para se relacionar com a audiência, aquelas que prezam pela transparência conseguem se destacar.

Um estudo apontou que companhias produzindo conteúdo de forma honesta conseguem reter até 94% dos clientes.

Adotar esse tipo de política é algo mais essencial se pensarmos na iminência da Lei Geral de Proteção de Dados, que entra em vigor em 2020. Com ela, além de agradar ao consumidor, a adoção de princípios transparentes passa a ser importante para evitar punições legais. Confira o que você pode fazer para botar sua empresa nesse caminho:

  • estabeleça os valores, a missão e a visão do seu negócio;
  • deixe claro que seu interesse não se resume aos lucros;
  • responda com honestidade aos questionamentos dos consumidores;
  • só utilize dados sob permissão de seus donos;
  • abra espaço para os feedbacks e valorize sua importância.

5-Podcast’s por Gary Vee

Gary Vee é conhecido por antever tendências, então você deve estar se perguntando: podcast já não é algo que vem sendo indicado há muito tempo? Para ele, porém, os programas em áudio são uma ótima forma de conseguir algo que, hoje, pode ser considerado groundbreaking: alcance orgânico.

Além disso, é um formato que permite seguir outra orientação de Gary: oferecer algo às pessoas sem pedir nada em troca. Um podcast pode oferecer valor e conteúdo, demonstrando sua autoridade sobre o seu mercado. Sobre estar constantemente pedindo informações de visitantes, Gary Vee crava o seguinte:

“Se vocês estão tentando dar um nocaute o tempo todo, as pessoas vão aprender a desviar.”

6-Conteúdos em Áudio

Assim como as imagens, o áudio é um elemento que vem se popularizando no Marketing Digital, principalmente no que diz respeito às buscas por voz. Porém, a tendência vai muito além da mera realização de pesquisas por meio da fala.

Em busca de experiências cada vez mais ágeis e eficientes, os usuários têm dado muita atenção a conteúdos sonoros.

A mera inclusão de um player como alternativa à leitura de um texto torna o conteúdo mais atraente para a audiência, que pode apertar o play e se dedicar a outras tarefas de forma simultânea.

Isso é apenas um indicativo da força desse tipo de conteúdo. Se você quiser mesmo explorar os benefícios de um material disponibilizado por áudio, valer considerar a criação de um podcast como mencionado acima.

Esse tipo de mídia apresenta um grande crescimento. Só nos Estados Unidos, o número de ouvintes praticamente triplicou na última década.

Se o podcast trouxer um conteúdo considerado de valor, seu efeito na audiência é enorme. Como se trata de uma oferta gratuita, o cliente vai se sentir privilegiado por ter acesso às informações do programa. O resultado é a recomendação para terceiros e a ampliação do alcance orgânico da sua marca.

Vale lembrar que, assim como os conteúdos criados para o seu blog, o podcast não precisa — nem deve — ser relacionado diretamente ao seu produto. A ideia é criar uma experiência diferenciada para sua persona e, a partir disso, expandir sua autoridade no mercado.

7-União do SEO com os anúncios por Will Reynolds

Normalmente, no Marketing Digital, tratamos o SEO e os links patrocinados como “disciplinas” diferentes. Para Wil Reynolds as duas coisas devem andar juntas. Ao menos na análise de dados para otimizar os resultados e economizar seu precioso orçamento.

Como exemplo, usou um banco, cliente dele, que estava gastando com a palavra-chave “bank account”. Havia muita procura por ela no Google, mas o que as pessoas estavam procurando, na verdade, era a música Bank Account, do rapper 21 Savage. Ela havia sido lançada na época e fazia sucesso. Wil economizou 60 mil dólares em 15 segundos.

“Não é do interesse do Google avisar que uma palavra-chave não tem o significado que você quer quando você está pagando.”

8-Inteligência Artificial

A inteligência artificial chegou para ficar. Hoje, a tecnologia já é aplicada em recursos como os chatbots, atendentes virtuais que simulam um humano e conseguem aprender com as interações com os usuários.

A tendência é que esse tipo de aplicação seja apenas o começo de uma expansão de possibilidades.

Um exemplo que não deixa dúvidas da importância dessa tecnologia é o crescimento das buscas por voz. Já em janeiro de 2018, o número de pesquisas na internet utilizando esse recurso já ultrapassava a marca de 1 bilhão por mês. Sua popularidade, então, não é a grande novidade.

O que muda é que o desenvolvimento tecnológico vem tornando a experiência dos usuários cada vez mais qualificada. Hoje, a maioria dos serviços de reconhecimento de voz consegue processar até falas mais confusas, como as proferidas por crianças pequenas. Tal tecnologia é, portanto, algo cada vez mais presente na rotina das pessoas.

Cabe às empresas, então, usar essa tendência para ampliar a própria presença.

Ao otimizar o marketing em serviços como o Waze e o Google Maps, por exemplo, você vai permitir que assistentes virtuais, como a Alexa, encontrem e recomendem seu estabelecimento aos usuários em localizações próximas.

9-Humanização do Email por Ann Handley

A própria Ann Handley e sua empresa, a Marketing Profs, tem uma newsletter extremamente popular entre os conteudistas desse mundão.

“Quando escrevo para a minha newsletter, penso em um assinante. Pode ser alguém com quem conversei aqui no evento ou em uma rede social. Quanto mais pessoal for, mais universal vai ser, e mais humana a minha voz será. Independentemente do número de pessoas que recebem, você envia para uma caixa de entrada.”

O segredo, portanto, está na humanização. Mesmo que seja um conteúdo que vai para uma base grande e em geral pouco segmentada, como uma newsletter essa mensagens são recebidas individualmente. Ann Handley é uma grande fã de contar boas histórias, e vê o email como uma ótima forma de entregá-las ao público.

10-Humanização do Linkedin por Cristiano Santos

Cristiano Santos é um dos maiores especialistas em LinkedIn do Brasil, sendo inclusive Top Voice da plataforma. Ele é, portanto, alguém que pode falar com propriedade sobre como aproveitar a rede social profissional da melhor forma. Cristiano indica humanizar seus posts e estar presente de fato, dialogando.

Compartilhe conteúdo e conhecimento, mostre suas expertises, marque presença e dialogue. Seu perfil deve ser um local para compartilhamento de suas experiências. Fale sobre o que mais sabe e dê sua opinião sobre assuntos relacionados a isso. Mostre que você domina determinado assunto e torne-se relevante entre seus conhecidos.

11-Personalização da Experiência

Se você acessar qualquer rede social, notará que o feed traz, com frequência, recomendações baseadas em sua experiência na internet.

Os assuntos que você mais se interessa, os canais que você mais acessa e até perfis de possíveis conhecidos são oferecidos para enriquecer e personalizar sua navegação.

Nada disso é por acaso. A personalização dos conteúdos para agradar ao usuário é uma tendência que vem se desenvolvendo há algum tempo e promete alcançar seu pico em 2020.

Se você não conhece a importância desse movimento para os seus resultados. Segundo uma pesquisa da Accenture Interactive 91% dos consumidores se declaram mais propícios a comprar com marcas que trazem ofertas e recomendações relevantes aos seus interesses. Bem, se você aplica uma estratégia de email marketing já sabe o que isso significa, não é?

A personalização no envio de ofertas e no oferecimento de newsletters já é algo considerado essencial. A tendência é que esse canal, em 2020, receba ainda mais atenção.

12-Anúncios por Estágio do Funil por Fábio Prado de Lima

Sua especialidade são os anúncios, mais especificamente Facebook Ads e Instagram Ads. Para 2020, em busca da otimização dos orçamentos, ele sugere pensar em anúncios para cada estágio do funil.

No topo, aponta Fabio, o foco são os públicos semelhantes, dados demográficos, comportamentos e interesses. Ele lembra que você pode excluir quem já interagiu com a empresa, como visitantes do site, Leads, compradores e fãs.

Já no meio, foque justamente em visitantes do site, Leads, fãs e, também, envolvedores, e exclua os compradores. Chegando ao fundo, é o momento de incluir quem adicionou produtos ao carrinho, mas não concluiu a compra. Os compradores, portanto, são excluídos novamente. E quanto investir? Depende. Fabio indica começar pequeno e testar muito.

13-Evolução do Marketing Digital por Eric Santos

A palestra do CEO da Resultados Digitais, Eric Santos, abordou o tema da evolução. Ele falou sobre isso em diversos aspectos da vida profissional, da empresa e até mesmo do próprio RD Summit. Porém, entrou em mais detalhes na evolução do Marketing Digita. Para Eric, precisamos começar a pensar como publishers.

“Pense como um publisher: construa, faça parcerias ou compre uma empresa de mídia no seu segmento. Diferencie seu conteúdo e crie algo realmente diferenciado em qualidade, escopo e formato.”

Agindo assim, a empresa tem maiores possibilidades de ser bem sucedida em outra tendência apontada por Eric: “customer for life”. Ou seja, manter um relacionamento duradouro com seus clientes, provendo felicidade, e ver as pessoas como um ativo estratégico. Acabou aquilo de só vender e não se preocupar com o churn.

E aí, pronto para 2020? O que achou destas 13 tendências de marketing digital para 2020 que trouxemos? Deixe seu comentário abaixo com sua opinião. É muito importante pra gente.

Gostaria de um orçamento de marketing digital para sua empresa? Clique no botão abaixo e fale com um de nossos especialistas!

Falar com um Especialista

 

Fontes utilizadas:

8 tendências de Marketing Digital para 2020 apresentadas no RD Summit

Marketing Digital em 2020: saiba quais são as 7 maiores tendências

 

The following two tabs change content below.

Thiago Gomes

Fundador at Soluções Marketing Digital

Especialista em marketing digital pela Faculdade Impacta de São Paulo-SP. Fundador da Soluções Marketing Digital, Consultor de Marketing, Professor de Capacitações e Oficinas Práticas de Marketing Digital em parceria com a ACIM, SEBRAE e DBO Marketing com 12 anos de experiência em design, publicidade e ferramentas para internet.

Deixe seu comentário

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×